Entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA

No começo do ano inicia a cobrança do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA. Assim muitos pretendem entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA. De qualquer forma, este tributo tem propriedade de automóveis e previstos pela constituição federal. Para saber mais, veja em seguida.

Entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA

Entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA

Veja as regras do IPVA MG 2018!

Veja como funciona o IPVA! 

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) é um tributo definido pela constituição federal. Este imposto também é instituído pelos Estados e pelo Distrito Federal.

Cada um deles pratica um valor diferente e varia conforme alíquota de cada estado. Através do cálculo do imposto a alíquota permite garantir a aplicação.

Todo o percentual de cada estado é usado no cálculo final e ajusta os valores estarem de acordo com cada pessoa. Ainda o cálculo do tributo varia conforme:

  • Ano de fabricação do veículo automotor;
  • Combustível;
  • Espécie;
  • Marca;
  • Modelo;
  • Potência.

Como é calculado o IPVA

 Antes de entender como é usado o valor arrecadado pelo IPVA, é preciso saber como é feito o calculo. Os valores sempre são divulgados pela Secretaria da Fazenda publicada em diário oficial.

➜ Veja as regras do IPVA RJ 2018!

Para o cálculo é preciso saber modelo e ano do seu veículo na tabela e conferir o valor final. Depois, para calcular o valor do imposto, aplique a alíquota sobre o valor venal.

As alíquotas ficam inalteradas e são:

  • As picapes cabine dupla pagam 4%;
  • Os caminhões pagam 1,5%;
  • Os carros de álcool, eletricidade ou gás, ainda que combinados entre si, têm alíquota de 3%;
  • Os proprietários de veículos movidos à gasolina e os bicombustíveis recolherão 4% sobre o valor venal;
  • Utilitários (cabine simples), ônibus, micro-ônibus, motocicletas, motonetas, quadriciclos e similares recolhem 2%.

No geral são:

  • 4,0% para automóveis de passeios e camionetas, inclusive flex, à gasolina ou a diesel, exceto utilitários;
  • 2,0% para motocicletas, ciclomotores, triciclos, quadriciclos e motonetas;
  • 1% para caminhões, caminhões-tratores e tratores não agrícolas;
  • 1,5% para veículos com Gás Natural Veicular (GNV);
  • 0,5% para carros com energia elétrica;
  • 2% para ônibus e micro-ônibus;
  • 1% para caminhões, caminhões-tratores e tratores não agrícolas.

Entenda como funciona o DPVAT 

Antes de entender como é usado o valor arrecadado pelo IPVA é preciso saber também sobre o DPVAT! O Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) está no IPVA.

O valor é utilizado para pagamento de indenizações a vítimas de acidentes no trânsito.

Veja como funciona as indenizações do DPVAT:

  • Em caso de morte a cobertura é de R$ 13.500 por vítima do acidente;
  •  Em caso de invalidez permanente o valor varia de acordo com as sequelas do paciente, sendo que o valor máximo de cobertura é de R$ 13.500 para cada vítima;
  •  Cobertura de despesas com médicas, hospitais e medicamentos varia de acordo com a gravidades, sendo o máximo R$ 2700, 00.

Isenção do IPVA

Estão isentos do IPVA os seguintes veículos:

  • Veículos com mais de 15 anos de fabricação;
  • Veículos de finalidade agrícola ou florestal;
  • Veículos de propriedade de missões diplomáticas;
  • Veículos de propriedade do governo em qualquer esfera.

Entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA

Entenda como é usado o valor arrecadado pelo IPVA como são usados os valores, veja abaixo:

  • 50% vão para o município e o restante dirigido aos estados ou Distrito Federal.

Na realidade, não existe uma destinação específica, somente é definido conforme as prioridades. Em alguns casos a verba também é destinada para reparos de estradas e viadutos, pagamento da alimentação, escolhas e remédios.

Avalie nosso Conteúdo ⬇
1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Alguma Dúvida? Publique um Comentário: